INÍCIO > ESCRITOS > Depoimentos

ESCRITOS

DIALÉTICO

ESCRITO

Depoimentos

Conheça as impressões de professores, profissionais e alunos sobre o trabalho do Prof. Victor.

I. Professores

II. Profissionais

III. Alunos

 

I. PROFESSORES

Sandro Alex de Souza Simões (Procurador Federal e Professor de História do Pensamento Jurídico do Centro Universitário do Pará - CESUPA)

Conheço o Prof. Victor Sales Pinheiro há mais de 13 anos, tendo podido acompanhar toda sua carreira acadêmica desde a graduação até o doutorado, o que considero um particular privilégio por vários motivos, dentre os quais, além da amizade que pudemos construir, testemunhar a profusão de ideias e seu amadurecimento no crisol do franco esforço intelectual e profunda dedicação ao mister docente. Ao Prof. Victor jamais se justificou o conhecimento sem a partilha e por isso a especial intensidade de seu entusiasmo desde a escolha cuidadosa dos temas, da bibliografia a ser analisada e da fineza do raciocínio que desenvolve, firmemente alicerçado sobre os ombros dos gigantes do pensamento ocidental. Daí meus efusivos aplausos à iniciativa deste novo site Dialético, o qual é um instrumento que permitirá a todos nós a aproximação com os cursos que, desde Belém, já fizeram tantas pessoas voltarem a descobrir a beleza e o brilho das humanidades e do clássico.

 

Antônio Maués (Professor e Diretor Acadêmico do Instituto de Ciências Jurídicas da Universidade Federal do Pará - UFPA)

Victor Pinheiro, meu colega do PPGD/UFPA, tem se destacado pela seriedade com que desenvolve suas atividades acadêmicas. Este site é uma ótima oportunidade para conhecer seu pensamento e aprofundar a reflexão sobre alguns dos temas mais relevantes da filosofia e do direito.

 

José Cláudio de Brito Filho (Procurador do Trabalho aposentado e Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Pará - UFPA)

Penso que, no Brasil, jamais houve aproximação tão grande entre a Filosofia e o Direito como podemos ver, atualmente. É alentador ver como as discussões filosóficas têm influenciado, positivamente, tanto a construção como a aplicação do Direito. Isso é obra de um conjunto de pensadores que se têm dedicado a fazer essa ligação, com resultados promissores. Faz parte desse grupo, já com destaque, o filósofo e professor de Filosofia e Direito Victor Sales Pinheiro, e que, por meio do site Dialético (dialetico. com.br), recém inaugurado, discute questões de inegável interesse, propondo-se a levar a todos “o conhecimento de Humanidades, Literatura, Filosofia e Direito, com rigor acadêmico e de modo acessível, dinâmico e objetivo”. Saúdo a iniciativa e estimulo a participação de todos.

 

Remo Mannarino Filho (Professor do Departamento de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RJ)

Conheci o Victor Pinheiro há muitos anos, quando fomos colegas no programa de mestrado do Departamento de Filosofia da PUC-Rio, e desde então tenho tido a honra da sua companhia intelectual e filosófica. 

Posso dizer, sem nenhuma hesitação, que o Victor faz parte do seletíssimo grupo dos acadêmicos mais sérios e vocacionados que eu jamais conheci, em universidades brasileiras ou estrangeiras. Os alunos poderão comprovar o que digo: dificilmente conhecerão um professor com maior amor pelos estudos, talento para o magistério e generosidade pedagógica. 

Recomendo tão enfaticamente quanto possível todos os cursos do Dialético, sejam os ministrados, coordenados ou chancelados por ele, e o faço como quem presta um serviço à cultura e à educação do nosso país. 

 

Marcus Boeira (Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Conheci o Victor em 2008. Em nosso primeiro contato, pouco falamos sobre filosofia e temas culturais, embora já soubesse de sua trajetória acadêmica. Minha primeira impressão de sua pessoa foi altamente positiva. Com o tempo, embora a distância entre Porto Alegre e Belém demarque um continente, fomos solidificando os laços. Posso garantir que nossa amizade sequer foi selada no Brasil. Tivemos de conviver por inesquecíveis quatro dias em Buenos Aires para descobrir que queremos as mesmas coisas e rejeitamos as mesmas – idem velle idem nolle. Trata-se de um grande amigo, cuja partilha intelectual e pessoal é motivo para mim de muita alegria e apreço. 

Discípulo de Benedito Nunes, foi com ele prefaciador e organizador de vários diálogos platônicos traduzidos pelo grande Carlos Alberto Nunes e reeditados pela editora da Universidade Federal do Pará. Belém tem sido um celeiro de jovens promessas intelectuais. O professor Victor tem se destacado não só pelo excelente trabalho junto a Faculdade de Direito como professor e pesquisador, senão também pela marcante presença em debates sobre temas variados de humanidades, incluindo estética, filosofia, lei natural e ciência política.

Em sua Introdução ao diálogo Banquete de Platão, referindo-se ao príncipe dos filósofos, nos diz que “sua importância e prestígio, responsáveis por uma série impressionante de interpretações ao longo da história da cultura ocidental, incluindo não só a filosofia e a literatura, mas a teologia, as artes plásticas e as ciências humanas em geral, derivam de diversos fatores, como a temática, a riqueza literária, a densidade filosófica e o retrato de Sócrates, filósofo arquetípico”. A constatação profunda da alma da filosofia aí revelada demonstra o quão vertical é o propósito analítico do jovem filósofo paraense a que estamos a tratar.

A vida intelectual do Victor tem gerado frutos auspiciosos. Possui enorme interesse em uma quantidade inabarcável de temas que medeiam a filosofia platônica e a teoria contemporânea do direito, dada sua progressiva caminhada no mundo das belles lettres e seu profícuo interesse em discernir os motivos e as razões que condicionam a vida filosófica, uma forma de vida altamente exigente para quem a concebe como serviço e vocação. A plêiade de áreas que pautam a existência desse filósofo brasileiro situam-no no rol dos jovens intelectuais que antes buscam a studiositas como meio de florescimento pessoal e não a curiositas, tão latente em nossos círculos culturais atuais.

Em razão disso, digo: mais do que sugerir, faço votos de que o site dialético possa transbordar de acessos. O Victor não só tem o preparo intelectual. Tem a alma de um filósofo, de um servidor engajado da verdade!

 

Ricardo da Costa (Professor da Universidade Federal do Espírito Santo)

Belém do Pará guarda pérolas. O Prof. Dr. Victor Sales Pinheiro (UFPA), coordenador da edição bilíngüe dos diálogos de Platão (traduzidos por Carlos Alberto Nunes e editados pela UFPA), convidou-me para uma conversa sobre a dimensão humanista da História (em geral) e da Idade Média (em particular) na seção “Diálogos” do Portal www.dialetico.com.br que terá interlocuções (e “hangouts”) sobre temas culturais, estéticos, históricos, filosóficos e jurídicos. Uma honra! 

 

 

Werner Nabiça Coêlho (Advogado e professor da Faculdade Metropolitana da Amazônia - FAMAZ)

Recomendo os cursos do prof. Victor Sales Pinheiro, verdadeiro oceano, amplo e profundo, de conhecimentos filosóficos e didática exemplar.

 

Frederico Bonaldo (Professor Assistente de Metodologia e Lógica Jurídica da PUC-SP)

O site Dialético é um excelente recurso disponível em língua portuguesa para o aprimoramento intelectual e ético de todos aqueles que o buscam. Os materiais de alta qualidade que o Prof. Victor Pinheiro oferece nessa webpage devem ser aproveitados e divulgados profusamente.

 

Patrícia Blagitz Cichovski (Professora do Centro Universitário do Pará, CESUPA, e Diretora de Cursos da Escola Superior de Magistratura do Tribunal de Justiça do Pará)

Querido Victor, é uma imensa alegria ter acesso aos teus textos e vídeos agora na internet! Muitos alunos da graduação e da Pós queriam se inscrever nos teus Cursos de Ética e Teorias da Justiça da nossa Escola da Magistratura. Nossas crises institucionais e as deficiências do ensino jurídico exigem rigor intelectual e compromisso com a virtude. Desejo muito sucesso e compartilho com amigos estudiosos daqui e de outros estados o Dialético.com.br.

 

André Coelho (Professor de Teoria do Direito do Centro Universitário do Pará, CESUPA)

Para quem tem interesse na interface entre Filosofia, Direito e Literatura, recomendo adicionar o site do Prof. Victor Pinheiro às suas fontes habituais de pesquisa. Textos, vídeos, materiais e cursos são disponibilizados, alguns gratuitamente, outros mediante compra. O Prof. Victor Pinheiro é professor da Universidade Federal do Pará e um dos importantes filósofos da região.

 

II. PROFISSIONAIS

Danielle Rezende Miranda Dias (Licenciada em Educação Física)

Professor Victor, estudar Dante, sob a sua orientação tão eloquente, apaixonada e cuidadosa, foi um grande prazer, acima de tudo! Estar ao lado de todos esses maravilhosos, inteligentes e interessados colegas fez desse curso um ganho de valor incalculável!

Ansiosa pelo Curso da Suma Teológica!!!

 

Cristina Bernardino (Médica e Mestre em Pediatria pela Santa Casa de São Paulo)

Agradeço muito, Professor Victor, a todos esses meses de horas tão agradáveis que todos vivenciamos. Sair da rotina do dia-a-dia e ter a oportunidade de aprender mais e conhecer pessoas incríveis foi muito gratificante e enriquecedor. No próximo ano, sem pestanejar, embarcarei novamente com vocês nessa viagem maravilhosa com São Tomás de Aquino.

 

Henrique Shchelinga (Médico oncologista do Hospital Federal Cardoso Fontes e especialista em Filosofia pela Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro)

Conheci o Prof. Victor Pinheiro como aluno de Filosofia da Faculdade de São Bento no Rio de Janeiro em 2010.

Desde o primeiro momento fiquei muito impressionado pela sua cultura enciclopédica e pelo seu dinamismo, mas o que realmente me cativou como seu aluno foi constatar a generosidade com que se dedicava a transmitir para nós o seu conhecimento.

Um verdadeiro mestre.

 

Wendel Lunes de Olivera (Especialista em Telecomunicações em Belém-PA)

Conheci o Victor Pinheiro há aproximadamente dois anos em uma reunião em sua casa. Fez uma palestra muito interessante sobre um assunto absolutamente fascinante. Não o conhecia e fiquei muito impressionado com o conteúdo e a forma apaixonada com que ele conduziu sua fala. A partir de então foram várias outras palestras e conversas que confirmaram a primeira impressão, tenho por certo que agora, através de seu site www.dialetico.com.br, todo o conhecimento acumulado em sua vida acadêmica e pessoal, estará disponível de maneira profunda e cativante, como é característico dele, trazendo uma oportunidade única para todos, que como eu, tem sede de conhecimento filosófico e teológico, a fim de iluminar a nossa compreensão sobre as questões importantes da humanidade.

 

Carlos Botelho da Costa (Advogado e ex-consultor geral do Estado do Pará)

O Prof. Victor é um professor rigoroso e bem humorado, iluminando os autores e obras que constituem a tradição humanista ocidental.  Um intelectual capaz de mostrar a beleza e atualidade da Filosofia, "pois cada livro ao tempo irá lembrando / o que a vida de um homem pode ser / quando ele sabe amar e compreender" (Drumond).

 

Bruno Guedes (Advogado concursado do Senado Federal, Tabelião de Notas no Terceiro Ofício de Notas de Dourados, MT, e Professor de Direito no Centro Universitário da Grande Dourados, UNIGRAN, MT)

Para os que pretendem obter uma formação, mais do que mero treinamento intelectual, recomendo fortemente a inscrição no site dialético.com.br, sob a batuta de um dos maiores intelectuais brasileiros, Professor Doutor Victor Sales Pinheiro, do qual tenho orgulho de ser amigo há muitos anos.

 

Ítalo Marsili (Médico psiquiatra, RJ)

Recomendo que vocês entrem nessa página Dialético e conheçam o trabalho do meu amigo pessoal Victor Sales Pinheiro. Garanto que vocês não irão se arrepender. Escrevam para ele, mandem dúvidas, assistam aos cursos que ele oferece e depois me contem se não valeu a pena...

 

Antônio Lira (Advogado, PA)

Amigos, apresento-lhes esse novo site, com a governança do querido amigo Prof. Dr. Victor Sales Pinheiro, que é o Dialetico.com.br. Todo o tempo que eu gastasse para falar a respeito dos atributos desse jovem e brilhante talento, provavelmente não seria suficiente para expressar a admiração que lhe tenho em razão das suas apreciadas qualidades. Sei que entre as centenas de amigos, dos quais me orgulho, nesta rede, há muita gente que vai se deleitar com a nova página. Então, queridos, apreciem e avaliem por si mesmo a nova página. E vamos ajudar a escancarar essa janela para a alta inteligência. Vamos divulgá-la o mais que pudermos.

 

Victor Froés Russo (Advogado e Professor do Libre Educacional, PA)

Meus amigos, é com muita alegria que compartilho esse trabalho magnífico! O Prof. Victor Pinheiro incentiva o conhecimento por todos os locais em que passa e agora nos convida ao estudo dos Clássicos, da Filosofia, da Literatura e do Direito, em seu site: dialetico.com.br.

 

Derval Leão Junior (Médico e Diretor técnico do Hospital Metropolitano do Pará)

SOBRE O TEMPO E SABEDORIA

A maior parte de nosso tempo é pensada em adaptar nossas vidas ao cenário de nossas próprias expectativas resultado das opções que nos são colocadas desde a infância ouvindo e lendo a tantos, agora também disseminados e facilmente acessíveis na mídia dominante. Assim construímos um mundo segundo o imaginário de nossas deduções algumas muito realistas por sua objetividade e outras nem tanto. Para os de intelecto mais exigente a dúvida é quase sempre o divisor de águas entre as incontáveis maneiras de pensar, fazendo suscitar em algum momento que determinada matéria é uma incerteza devendo-se contrapô-la ao senso comum manifesto por minorias barulhentas, mas não numericamente significativas. Acumular conhecimentos não garante sabedoria e muito menos capacidade para compreender a natureza de questões muito complexas. Melhor desenvolver filtros para o uso da razão e da argumentação não retórica suficientes para a honestidade intelectual e quebra de paradigmas.

Ficamos ocupados demais com obrigações profissionais, familiares, sociais, lazeres fúteis e até mesmo religiosidade no sentido formal do termo, mas sem consistência doutrinária. Transcender à razão tomando como referência o bem e a verdade na premissa imaculada daqueles que no desapego ao existencialismo, contribuíram sólida e sistematicamente para construir o significado de viver em plenitude na beleza do que ousamos chamar de Criação. A despeito de conjecturas diversas sobre o termo o aceitemos simplesmente como resultado final e perfeição do ambiente em harmonia para as criaturas entre elas o homem e a mulher tão distintos e dissociados entre si, mas que se completam no amor antes Pensado.  

Falsos silogismos perpetuados no cotidiano de nossas postulações e mantidos por falta de disponibilidade intelectual para novas rotas constituem a barreira mais expressiva em nossa inteligência para mudanças radicais. Há quase três anos junto à minha esposa, por informações de terceiros, começamos a freqüentar as aulas do Curso Livre de Filosofia do Professor Victor Sales Pinheiro. Por certo tempo também os dois filhos ainda universitários participaram. Inicialmente sem grandes pretensões, mas logo ficamos impressionados na apresentação de conteúdos alguns já conhecidos não detalhadamente delineados por nossas melhores referências no meio. Possivelmente pouco compreendidos mais por nossas limitações e menos pela competência de nossos interlocutores. Por fim, o estudo da filosofia em leitura de obras clássicas seguida da explanação daquele qualificado educador nos abriu horizontes nunca antes explorados por causa do estigma desta ciência presente em nossos círculos mais íntimo e tratado como simples abstração. Desde então se tornou possível dentro de nossos limites compreendermos vínculos históricos e nexo causal com as demais ciências que estudam o comportamento, em especial a antropologia e a religião em suas diversidades culturais. Despertou curiosidade, ânsia de saber e particularmente o desejo de disseminar entre nossos pares um pouco da essência destes conhecimentos de maneira ética, legítima, lícita e humanística.

Ainda que incapaz de proposições mais eloqüentes sobre o tema por causa do menor grau de visão sobrenatural da minha parte sobre a origem destas inspirações reveladas, me digo confesso da natureza divina das formas sadias do pensamento único mecanismo capaz de unir culturas divergentes em torno de propostas sensatas de vida no breve momento de nossa existência mundana.

Prezado Prof. Victor, parabéns por todas as suas iniciativas no âmbito do intelecto, moral familiar, religiosidade, capacidade de congregar tantos jovens e inclusive os não jovens como eu e a Eduilma. Abençoada seja a sua vocação e a de todos que o seguem.

 

Livia Coutinho da Ponte (Analista jurídico do Ministério Público do Estado do Pará e Mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Pará)

Professor e Amigo, o curso de Platão representou para mim uma iniciação riquíssima no pensamento filosófico e gerou os mais doces frutos na minha vida acadêmica. As aulas, que ao final quase sempre culminavam em férteis debates, são inesquecíveis e inspiram meu raciocínio até hoje. Tua simplicidade pedagógica de quem quer verdadeiramente gerar compreensão aliada à profundidade e vastidão de conteúdos expostos, faz com que desempenhes uma função modelar na ideia que tenho do magistério. Parabéns e obrigada por tudo, caríssimo!

 

Karla Cruz (Analista Jurídico do Ministério Público Federal)

Já tive muitos bons professores e ter um dos melhores (talvez didaticamente o melhor) deles agora com acesso direto de seus cursos em meio virtual é um grande presente de fim de ano! Digo presente porque os preços dos módulos e cursos estão ótimos e não é por conta de Black Friday. Este pode ser o começo de uma precificação à la Netflix para a Educação e a Cultura, com um retorno, por óbvio, muito maior.

Curtam a fanpage e acessem o site do Dialético! 

 

Paulo Tamer (Advogado, SP)

É com imenso prazer que recomendamos, consciente e entusiasticamente, o Projeto Dialético.

Ser aluno deste projeto é testemunhar, com vivos olhos, o caráter, capacidade e abnegação ao estudo de Victor Sales Pinheiro, idealizador e empreendedor do projeto. Adjetivos estes que longe de comporem orgulho ou qualquer espécie de sentimentos abjetos e egocêntricos por parte do Professor, na realidade são as próprias estruturas que edificam o objetivo de vida de homens, e projetos, como este: o de nos reaproximar das raízes e tradições da civilização ocidental.

As aulas do curso de filosofia deste já notável professor, acontecem semanalmente na própria casa de Victor. Em viagem a Belém, tive contato com o projeto e já conhecendo Victor e sua dedicação, me matriculei imediatamente para dar continuidade à educação filosófica que inicie sozinho, sem métodos e desorganizadamente, meramente através de indicações de grandes amigos, dentre eles, o professor supracitado.

Tive de retornar a São Paulo, contudo era com muito aperto no coração que deixava aquele curso, aqueles ensinamentos e aquelas amizades. Neste sentido, Victor imediatamente se prontificou a me permitir continuar participando das aulas via Skype. Buscou a melhor logística, os melhores meios e, inclusive, alterou, quase que de forma imperceptível, a dinâmica de suas aulas para que comportassem alunos a distância, como este que subscreve. Nem professor e nem aluno impuseram limites à busca do conhecimento.

Por isso afirmamos que Victor, bem como outros importantes professores, educa a quem quiser, não se lhe exigindo qualquer conhecimento prévio acerca do assunto. Nos guia através da imensa complexidade dos pensamentos de filósofos, teólogos e cientistas sociais com suavidade e eficiência, demonstrando que, para a compreensão da Realidade e do Belo, são suficientes um aluno aplicado e um professor dedicado.

É com muito orgulho que vemos neste projeto um dos tantos sopros de esperança que tentam devolver, ao homem, o amor resignado pela busca da Verdade, seja esta qual for.

Parabéns e muito sucesso!

 

Márcio Moreira (Mestre em Geofísica e Professor da Universidade CEUMA, MA)

Há alguns anos que acompanho o trabalho do Victor Pinheiro, que impressionou desde a primeira palestra com seu poder de síntese e sua habilidade na oratória.

E estes dias ele dá a honra de presentear a internet com um belo portal de formação dialetico.com.br que traz cursos maravilhosos, com Caderno de aulas e com um preço inacreditável! Impressionantes R$20,00, com um professor tão gabaritado e com direito a tira-dúvidas.

Quem está a procura de enriquecimento cultural ou filosófico etc. deveria recorrer a este site!

Compartilho para que todos os amigos não percam esta grande novidade ao alcance de todos.

 

III. ALUNOS

Ítalo Neves Abati (Universidade da Amazônia, UNAMA)

Falar do Profº Victor é o mesmo que ponderar acerca de um milagre em nossas vidas, falar em poucas palavras de alguém que em muitos momentos me faz ter a sensação de gratidão por conhecê-lo, é uma tarefa árdua, muitos podem cogitar que exagero, mas quem o conhece sabe que em suma, a experiência é essa, inclusive, a própria fala e discurso recheados de verdade e despudorados de imperfeições e “restrições humanas” quanto ao que verdadeiramente achamos, foi algo que ele  me ensinou. Nosso contato de longa data se iniciou com admiração, o que se oficializou com o respeito, e que se perpetua com uma amizade onde há a nítida noção de exemplo a ser seguido. Conheci o Profº Victor quando prestei exame para admissão no Programa de Monitoria da Universidade da Amazônia. Nos demos muito bem desde o início, mas o que para mim não fosse passar de mero estágio acadêmico, se mostrou como verdadeiro aprendizado de vida e descoberta de paixão intelectual. Não aprendi apenas a como ministrar aulas, preparar planos de aula, muito menos me restringi a repassar conteúdo, mas a me apaixonar pelo conhecimento. Não consigo deixar de chamá-lo de Professor mesmo após anos de convivência, pois se alguém se mostrou merecedor de tal título, é ele. Compromisso com a verdade, pacto com o conhecimento e disciplina com a ética em seu mais puro conceito, são traços que caracterizam seu trabalho, seu ofício, na docência, algo que leva como uma verdade viva em sua vida, seja em uma sala de aula lotada, em uma palestra onde vidas serão alteradas, ou mesmo em sua biblioteca, sozinho rodeado por livros e mais livros, todos efetivamente lidos e com rabiscos a lápis, diga-se de passagem. Até hoje me recordo de corrigirmos provas e conversarmos sobre as aulas, o considero há muito tempo, meu preceptor intelectual, inclusive, não me recordo de uma conversa nossa sequer, de onde eu não tenha extraído crescimento pessoal e me elevado a mais como ser humano e como eterno estudante. Ter a oportunidade de acompanhar suas aulas, ou mesmo de conhecê-lo, não é mero privilégio, como já disse anteriormente, é um milagre.

 

André Abdelnor Sampaio (Centro Universitário do Pará, CESUPA)

Você já ouviu falar do Dialético?

Projeto do Dr. Victor Pinheiro que tem como objetivo dar uma formação intelectual em todas as suas dimensões (estética, moral, jurídica, filosófica, literária e política) embora não se limitando a um fundo meramente imanente, e sim dando uma visão integral do homem e sua realidade, a ponto de trazer para a vida cotidiana as questões mais elementares da existência e conduzir para uma profunda reflexão da boa vida, da ação livre e sábia, etc. Os cursos são divididos em módulos de média duração, introduzindo o aluno para os maiores nomes da alta cultura, com uma abordagem profunda e sistemática dos grandes sistemas filosóficos, políticos, mas sem a contaminação epistemológica relativista ou historicista, fornecendo critérios para que o ouvinte tire o maior proveito possível do conteúdo ensinado.

Afinal, para aprender a viver (e viver bem) é preciso aprender a pensar (e a pensar bem).

Prof. Victor faz isso com uma clareza e organização sem igual.

Tudo isso a um preço acessível!

Inscreva-se.

 

Marcos Nunes (UFPA, Editor-chefe do Site Ponto Crítico)

O Portal Dialético representa a expansão de um trabalho sério, rigoroso e qualificado do professor Victor Sales Pinheiro – desenvolvido no âmbito acadêmico –, o qual tive a dupla oportunidade de conhecer.

Enquanto aluno, pude participar da ímpar experiência de acompanhá-lo na sua constante e árdua missão de levar os seus alunos à profunda inquirição associando o Direito sobretudo à Filosofia, com o melhor dos ensinamentos clássicos, desde a Antiguidade à nossa era atual.

Enquanto leitor do site Dialético, só tenho a ratificar o compromisso social desenvolvido pelo professor, buscando formar sujeitos na chamada cultura geral – sujeitos aptos não apenas para o mercado de trabalho, mas para a vida – do ideal humanista de formação.

É uma missão louvável, que merece todo apoio, o qual ratifico a seriedade, convidando a todos a conhecerem esse trabalho.

 

Felipe Costa (UFPA)

O principal problema dele comigo foi ter sido o um professor (de Ética) tão bom, mas tão bom, mas tão bom mesmo, que me fez seriamente querer largar o curso e fazer Filosofia (me desestimulando do Direto). Cheguei a passar no SISU e não fui por muito pouco (cheguei a me matricular no IFCH). Já até brinquei que, em questões de docência (sem mergulhar em suas opiniões individuais), a Faculdade de Direito poderia fazer uns 70 clones dele e cada um lecionaria uma matéria diferente para o curso. De longe, é o melhor professor que tive na vida!

 

Amanda Mescouto (UFPA)

Melhor professor que tive. Por tudo. Além de ser uma ótima pessoa. Saudades das suas aulas.

 

Lucas Neves (UFPA)

Excelente professor! Possui uma ótima didática, pois não se restringe apenas a repassar o conteúdo, mas também estimula os seus alunos a formarem um pensamento crítico e expandirem o seus conhecimentos. É organizado, pontual, assíduo, possuindo um plano de aula bem definido e que abrange toda a matéria que será dada ao longo do semestre.

 

Yanê Amoras Lima (UFPA)

Excelente professor! Bem organizado, possui excelente plano de ensino e passa textos viáveis para alunos dos primeiros semestres, sem deixar de estimular o pensamento crítico. As aulas são muito didáticas, sabe usar bem todo o tempo da aula, organiza bem o quadro e está sempre disposto a tirar todas as dúvidas dos alunos.

A avaliação é de acordo com o que ministra em aula, nada além, os textos-base auxiliam e abrangem o entendimento das aulas. A correção das provas não é exatamente rigorosa e ele sempre recebe os alunos que questionam a sua pontuação. É um professor que estimula muito o pensamento crítico e o engajamento do discente em projetos de pesquisa. 

 

Nicole Belo (UFPA)

Considero o Victor um excelente professor! Super organizado, pontual e com ótimo plano de ensino. Temos posicionamentos bem distintos sobre vários temas, muitas vezes o considerei extremamente parcial na aula, mas essa diferença me instigou a buscar conhecimento fora da minha zona de conforto. Acredito que como professor ele estimula os alunos a terem pensamento crítico e fundamentarem as suas opiniões, deixando de lado meros achismos. Acho a didática dele incrível e em todas as aulas demonstrou grande nível de conhecimento sobre todos os temas abordados. Sempre foi muito solícito comigo quando conversamos fora de sala sobre indicação de leituras etc. A prova dele é de acordo com o conteúdo ministrado e a bibliografia repassada.  

 

Maura Sabrina Alves (UFPA)

Discordo de 90% do que diz, mas o admiro por fundamentar tudo o que fala.     

 

Célia Ramos (UFPA)

Excelente professor! Organizado, pontual e com comprometimento com os alunos. É aberto ao debate e instiga o aluno ao pensamento crítico. É também verdade que sempre expressa suas opiniões, muitas das quais eu discordo, mas isso não prejudica de maneira alguma a qualidade do ensino e considero isso totalmente dentro da normalidade. Foi o único professor até hoje que reservou espaço na sua agenda para tirar minhas dúvidas e recomendar bibliografia. Achei isso fantástico.

 

Érica Rodrigues (UFPA)

Um dos melhores professores que já tive e o maior intelectual que conheço! Incrível.

 

 

 








ESCRITOS RELACIONADOS

© 2017 - Todos os direitos reservados para - Portal Dialético - desenvolvido por jungle